Responsive image

Sumário de Touros da Raça Senepol - 2017

RESULTADOS

Na Tabela 1 são apresentadas as médias e desvios-padrão das características de crescimento: pesos calculados ao nascer (PN), à fase materna (P120), à desmama (PD) e ao sobreano (PS), e o ganho pós-desmama (GPD), de acordo com sexo.

TABELA 1. Médias e desvios-padrão dos pesos calculados (kg) ao nascer (PN), à fase materna (P120), à desmama (PD) e ao sobreano (PS) e o ganho de peso (kg no período) pós-desmama (GPD), de acordo com o sexo de animais da raça Senepol.
Característica Geral Macho Fêmeas
PN(kg) 33,79±4,35 34,56±4,68 33,10±4,06
P120 (kg) 128,15±22,65 131,46±23,12 124,52±21,89
PD (kg) 204,78±37,68 215,77±38,76 197,85±35,13
PS (kg) 354,31±78,75 379,29±77,67 336,01±73,94
GPD (kg) 96,67±41,10 112,52±46,11 85,28±34,67

Na Tabela 2 são apresentadas as médias e desvios-padrão para a característica: perímetro escrotal ao sobreano (PES).

TABELA 2. Médias e desvios-padrão do perímetro escrotal ao sobreano (PES) para animais da raça Senepol.
Característica Geral Macho Fêmeas
PES (cm) 31,61±3,97 31,61±3,97 -

Na Tabela 3 são apresentadas as médias e desvios-padrão para as características de biótipo: escore de conformação frigorífica à desmama (CFD) e ao sobreano (CFS).

TABELA 3. Médias e desvios-padrão do escore de conformação frigorífica à desmama (CFD) e ao sobreano (CFS) para animais da raça Senepol.
Característica Geral Macho Fêmeas
CFD (1-6) 4,00±1,19 4,15±1,15 3,85±1,21
CFS (1-6) 3,82±1,22 3,64±1,24 3,96±1,19

Na Tabela 4 são apresentadas as médias e desvios-padrão para as características de carcaça avaliadas por ultrassonografia: área de olho de lombo (AO L) e espessura de gordura subcutânea (EGS).

TABELA 4. Médias e desvios-padrão da área de olho de lombo (AO L) e espessura de gordura subcutânea (EGS) para animais da raça Senepol.
Característica Geral Macho Fêmeas
AOL (cm2) 62,74±12,41 65,57±13,42 61,04±11,43
EGS (mm) 4,15±2,74 2,32±0,91 5,31±2,87

Na Tabela 5 encontram-se as médias e desvios-padrão das DEPs de todos os animais avaliados, para as características de crescimento, de reprodução, de biótipo e de carcaça avaliadas por ultrassonografia.

TABELA 5. Médias e desvios-padrão das DEPs para os efeitos direto (ED), materno (EM) e total materno (TM) para os pesos ao nascer (PN), à fase materna (P120), à desmama (PD) e ao sobreano (PS), para o ganho de peso pós-desmama (GPD), para perímetro escrotal ao sobreano (PES), para o escore de conformação frigorífica à desmama (CFD), e ao sobreano (CFS), e para a área de olho de lombo (AO L) e espessura de gordura subcutânea (EGS).
Característica Geral Macho Fêmeas
PN (kg) - ED 0,180±0,481 0,304±0,439 0,086±0,490
P120 (kg) - EM 0,702±2,348 1,387±2,000 0,180±2,457
TM120 (kg) 2,068±5,822 3,827±4,923 0,729±6,091
PD (kg) 4,650±11,098 8,020±9,270 2,084±11,674
TMD (kg) 3,632±8,843 6,276±7,453 1,619±9,278
PS (kg) 6,745±16,965 11,722±14,725 2,954±17,568
GPD (kg) 2,095±6,441 3,702±6,122 0,870±6,409
PES (cm) -0,011±0,179 -0,012±0,199 -0,010±0,162
CFD (1-6) 0,000±0,086 0,012±0,087 -0,010±0,084
CFS (1-6) -0,005±0,088 0,006±0,092 -0,013±0,084
AOL (cm2) 0,597±1,830 1,101±1,631 0,213±1,880
EGS (mm) 0,070±0,154 0,097±0,149 0,050±0,155

Na Tabela 6 encontram-se as herdabilidades, aditivas direta (h2d) e materna (h2m), para as características de crescimento, reprodução, de biótipo e de carcaça avaliadas por ultrassonografia. <

TABELA 6. Herdabilidades aditivas diretas (h2d) e maternas (h2m) para os pesos ao nascer (PN), à fase materna (P120), à desmama (PD) e ao sobreano (PS), para o ganho de peso pós-desmama (GPD), para perímetro escrotal ao sobreano (PES), para o escore de conformação frigorífica à desmama (CFD) e ao sobreano (CFS), e para a área de olho de lombo (AO L) e espessura de gordura subcutânea (EGS).
Característica Herdabilidade
h2d h2m
PN 0,23 0,10
P120 0,22 0,12
PD 0,22 0,11
PS 0,27 0,01
GPD 0,22 0,02
PES 0,26 0,04
CFD 0,24 0,02
CFS 0,24 0,02
AOL 0,32 0,03
EGS 0,30 0,03

TABELAS CLASSIFICATÓRIAS DE TOUROS - DEPs

Neste relatório são apresentadas quatro tabelas com os resultados das avaliações genéticas dos touros. Sendo:

1) Tabela dos 250 melhores touros, classificados de acordo com o IQG, em ordem decrescente de IQG;

2) Tabela dos 250 melhores touros, classificados de acordo com o IQG, em ordem alfabética;

3) Tabela dos 161 touros, classificados de acordo com o IQG, com acurácia mínima de 40% para DEPs de peso à desmama (PD) ou peso ao sobreano (PS);

4) Tabela dos 161 touros, classificados alfabeticamente, com acurácia mínima de 40% para DEPs de PD ou PS;

5) Tabela de 70 touros nascidos a partir de 2011, TOP 0,1 a 25% para IQG, classificados em ordem decrescente de IQG;

6) Tabela de 70 touros nascidos a partir de 2011, TOP 0,1 a 25% para IQG, classificados alfabeticamente.

Cada uma das tabelas inclui:

Nomes e Registros Genealógicos Definitivos do Touro, do seu Pai e Avô Materno, Data de Nascimento, Número de Rebanhos e o Número de Filhos Avaliados.

A seguir são apresentadas as DEPs, Acurácias e Percentis relativos a cada uma das características que compõem o sumário (PN=peso ao nascer; P120=peso na fase materna, TM120=total materno na fase materna, PD=peso à desmama, TMD=total materno à desmama, PS=peso ao sobreano, GPD=ganho de peso pós-desmama, PES=perímetro escrotal ao sobreano, CFD= escore de conformação frigorífica à desmama, CFS= escore de conformação frigorífica ao sobreano, AOL=área de olho de lombo e EGS=espessura de gordura subcutânea).